Coluna---Anna-Maria.png

Anna Maria Ribeiro Costa

É doutora em História pela UFPE e Professora do Univag. Chegou às terras do povo indígena Nambiquara na Primavera de 1982. Dos índios recebeu o nome Alusu, por conta de seus hábitos alimentares. Nessas terras, conheceu José Eduardo, com quem tem dois filhos: Theo e Loyuá. Vem se dedicando aos estudos sobre os povos indígenas de Mato Grosso, com especial atenção ao Nambiquara.

YXOHAUHAUKOTSXÃ
OU
QUANDO CHEGAR O TEMPO

Tempo da chuva.
Tempo da seca.
Tempo do marmelo.
Tempo de fruta do lagarto.
Tempo de fruta do passarinho.
Tempo de fruta de pomba.
Tempo de fruta do macaco.
Tempo de fruta de lobo.
Tempo de fruta ingá do campo. 
Tempo de cajuzinho do campo.
Tempo do pequi.
Tempo de comer gafanhoto.
Tempo de caça.
Tempo de pesca.
Tempo de coleta.
Tempo de derrubar roça.
Tempo de plantar.
Tempo de colher.
Tempo de festa da menina-moça.
Tempo de ganhar adornos pra virar gente grande.
Tempo de pajelança.
Tempo de visita à Casa das Almas.
Tempo de chorar defunto.
Tempo de fazer xirixiri bastante.
Tempo de ter filhos.
Tempo de couvade. 
Nambiquara é dono de seu tempo.
Nambiquara tem tempo pra tudo.
Até pra perder tempo.
O melhor tempo pro Nambiquara?
É quando chegar o tempo de cada coisa.

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook