24.png

Stéfanie Sande
É escritora e doutoranda em escrita criativa na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

PROSPERINA

I walk the line set by the greats
descend into the gardens of hell
bite the pomegranate
I pass through the gate
I pass through the gate

Mother denies what humanity wants
blooming flowers plentiful crops
she cries out my name 
I pass through the gate
I pass through the gate

I answer to my mother’s call
and bring back the spring 
but I have passed through the gate
and of winter, too
I shall be queen.

 

 

 

 

 

 


PROSPERINA

Eu sigo os passos dos grandes
desço aos jardins do inferno
mordo a romã
eu atravesso o portal
eu atravesso o portal

Minha mãe nega os desejos da humanidade
flores desabrochando colheitas abundantes
ela chora pelo meu nome
eu atravesso o portal
eu atravesso o portal

Eu atendo ao chamado de minha mãe
e trago de volta a primavera
mas eu atravessei o portal
e do inverno, também
serei rainha.