painting-45.jpg
NELSONRODRIGUES.jfif

Nelson Rodrigues (1912-1980)
Foi um escritor, jornalista, romancista, teatrólogo, contista e cronista brasileiro, cuja escrita transitava entre os costumes de época versus a hipocrisia social. Podemos, aqui, destacar as obras A dama do lotação (1978), Bonitinha, mas ordinária (1962) e Engraçadinha (1959).

ASFALTO SELVAGEM: ENGRAÇADINHA E SEUS AMORES SEUS PECADOS 


(Trecho)

No Leblon, abraçado a Silene, Leleco pede:
— Deixa eu olhar mais um pouquinho! 
Silene foge com o corpo:
— Escuta! Sabe o que é que eu vou fazer? Olha! 
Rapidamente, tira os punhos e a gola. Leleco exclama: 
— Que é isso?
E ela: 
— Agora, já não estou mais de uniforme, compreendeste? Estou vestida normalmente: saia e blusa. Ninguém diz, não é?
Ri: 
— Você é de amargar! De arder! 
Já sem os distintivos do uniforme, sente-se violentamente livre: “É o que o pessoal faz no colégio. Eu podia ter tirado pra ir ao cinema. Nem me lembrei.” O rapaz vira-se para o chofer:
— Nossa amizade, sabe onde é o Bar do Pepino?
— Aquele? 
— Pois é, você chega lá e entra, ouviu? Entra. 
Silene pousa, de novo, a cabeça no seu ombro. Quando o rapaz, inquieto, quis acariciá-la, diz, do fundo do seu sonho: 
— Deixa pra fazer tudo lá. 
E, súbito, volta-se, transfigurada, para ele: 
— Terias coragem de fazer uma coisa? — O quê? Diz, quase boca com boca: — Terias coragem de passar a noite comigo? E, depois, morrer comigo? Terias?