6.png

Naiara Pereira 
É graduada em Psicologia pelo Centro Universitário de Várzea Grande - UNIVAG. Atua como psicóloga no contexto clínico em consultório particular sob a perspectiva psicanalítica. 

FRAGMENTOS

I

Um sorriso enorme tão grande que lhe cobria o corpo todo. Revestido de luz seus olhos resplandece sua essência e a de quem olha espelho d’alma de olhar e se ver de volta e assim por se fazer, me desmonta.
Está posto! 
Um enamoramento
de te olhar e me ver em você!

II
Tirando o que é meu 
o resto é teu. 
Todo e completamente.

III
Enclausurada
em minha fortaleza de lágrimas 
meu corpo podre é albergue de meu espírito insano.

IV
Não estou perdida. 
Sou finda.
A cada instante, um mundo se acaba. Dentro de cada instante,
há uma imensidão sem fim.
Finda.

V
A moça
delicada 
de pensamento sempre divergente discordava calada.
A ferida sangrava 
e não cicatrizava.
Por amor, clamava. 
Calada.
Sentia.
Consentia.
Calada

VI
Se provoco-te o bem e o mal 
Ainda assim, 
o que quero é te fazer pulsar.
Frígida ou fugida 
Exumarei sentimentos 
para fazer te sentir a pele.

 

 


REINAÇÕES DE UMA MENTE INQUIETA 

Uma ferida cicatrizou 
recentemente se curou 
apegada a ferida 
retirou-lhe a casca 
a intenção não se sabe 
Quem um dia cicatrizado 
pouco sente de tão ferido.

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook