35.jpg

Marilza Ribeiro
Nasceu em Cuiabá, em 27 de março de 1934. Graduou-se em Psicologia, pela Faculdade de Ciências e Letras São Marcos, em São Paulo - SP. Foi presidente da Associação de Mulheres de Mato Grosso. É escritora e desenhista. Foi homenageada na Literamérica (2006), em Cuiabá-MT. Diversas vezes premiada, publicou seis livros de poesia e possui mais cinco inéditos.

FAGULHAS

Quem não gosta de fustigar seu tédio
arriscando-se nos perigosos vales dos segredos?
As palavras deslizam na escuridão
de um esconderijo onde são guardados nossos desejos.
As cores das violetas exibem sua sutileza tranquila
por entre a janela aberta
que recebe o perfume do jardim e do entardecer delicado.
Seus olhos, molhados da despedida evocam o momento desesperado
que marcou nossa despedida.
Meu amor amparou sua fragilidade de um herói perdido!
A noite, do outro lado, descerra suas sombras que rondam por entre os arvoredos dos ipês floridos. 
Em seu carinho purifico-me e envolvo meu ser na força dos seus abraços!

 

 

 

 

 

 
MELODIA E CORRENTEZA

... E a flor em silêncio vai indo
sobre o espelho das águas
com um sorriso infinito
daquela moça sem mágoa.

... e o sonho que vai indo
por entre os dedos do nada
pedregulhos, sol, destino
faca de dor e a boiada.

...e meus passos que vão indo
pelos poemas da estrada
choro, grito, desatino
pelo amor da madrugada.

... enquanto vou, peregrina
na busca da alvorada
uma canção que assobio
renovação e paisagem.