33.png

Marilza Ribeiro

Nasceu em Cuiabá, em 27 de março de 1934. Graduou-se em Psicologia, pela Faculdade de Ciências e Letras São Marcos, em São Paulo - SP. Foi presidente da Associação de Mulheres de Mato Grosso. É escritora e desenhista. Foi homenageada na Literamérica (2006), em Cuiabá-MT. Diversas vezes premiada, publicou seis livros de poesia e possui mais cinco inéditos.

A IDENTIDADE MARGINAL

Nós – artistas, poetas, pensadores - somos os nômades das dimensões estranhas. Atravessamos as barreiras do tempo e da bonança, é visitamos incríveis regiões distantes!

Nós – os viandantes dos sonhos e da memória - rompemos fronteiras e os muros dos medos e das rotinas, viajamos por oceanos e caminhos, cavalgando em corcéis ou barcos de visões e profecias! 

Nós – artistas, os sempre ansiosos loucos e felizes - somos os marginais das civilizações sombrias  - rompendo as regras e prisões malditas. 

Nós – artistas, poetas, pensadores  - os ciganos dos séculos e dos símbolos  -  criadores  das formas e matizes  -  os cantores das paixões e cicatrizes. 

Nós – artistas, poetas, pensadores - os xamãs das lendas e magias - tocamos nós territórios sagrados da existência e mergulhamos na essência das raízes. 

Nós – artistas, poetas, pensadores - construímos nos palcos das épocas, a linguagem escancarada dos tormentos  e a canção rebelde dos sensíveis. 

Nós – artistas, poetas, pensadores - criadores das auroras e desafios, tecemos após as noites de agonia, a hora solar da nossa enorme vontade de ser livre!

Nós – artistas, poetas, pensadores - artistas, poetas, pensadores - traçamos com nossas mãos e teimosias, as palavras em chamas da verdade e os gestos de criação e ousadia.

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook