9.jpg
Foto - Marcelo Labes.JPG

Marcelo Labes 
(1984)  É natural de Blumenau e reside em Florianópolis-SC. É autor, dos romances Três porcos (Caiaponte, 2020) e Paraízo-Paraguay (Caiaponte, 2019) e dos poemas de Enclave (Patuá, 2018).

olha acima: é lá que habitas
olha pra baixo e verás tua
casa - preso entre paredes
e aerado como nuvem pesada
(por quantos anos essa subida
íngreme e esse declive veloz e
com frio na barriga. quantos
anos de escadas e quedas 
estradas pavimentadas e 
trilha entre as macegas) não
estás sozinho, porém. olha
os comprimidinhos que te 
acenam, ouve o relógio que
apita, sente a calmaria também.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


o que há por trás do teu
dia que não seja noite apenas
haverá horas amenas por
trás do que é o certo e do que
é o esperado? se não mentem,
o que há mais por trás de tuas
lentes e não pode ser alcançado
- olhos que olham outros olhos 
entre embriagados e fugitivos
entre receosos e prestativos -
entre um piscar e outro ainda
continuam ali, me olhando, porque
é dia, porque faz inverno, apesar do
inverno, apesar da tela fria.