33.jpg

Marcelo Labes 
(1984)  É natural de Blumenau e reside em Florianópolis-SC. É autor, dos romances Três porcos (Caiaponte, 2020) e Paraízo-Paraguay (Caiaponte, 2019) e dos poemas de Enclave (Patuá, 2018).

retirar o lixo nos sacos pretos
o que já foi vivo pesa mais
- o saco leve é do reciclável -
limpar a caixa dos gatos 
limpar o tapete da sala
limpar o fogão esfregar o banheiro
com aqueles produtos todos 
escovar os dentes tomar banho
com aqueles produtos todos
a roupa de cama cheirando 
a sol mesmo que o sol não 
bata aqui a minha roupa 
cheirando a sol mesmo que 
o sol não bata aqui. a casa toda
em ordem para receber visita 
- ela me disse que é poeta - 
a casa inteira cheirando a limpeza
e eu sempre disfarçando o que 
apodrece aqui dentro.

 

por trás das paredes de plástico
deve haver outras por trás do 
concreto armado deve haver
ouro por dentro das paredes
quem sabe há esqueletos
esquecidos quem sabe há
tesouros escondidos quem
sabe há somente tijolos
um comprimido por dia
para a vida passar voando
um comprimido por noite 
para tentar alcançar o sonho.

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook