35.png

Manoel Mourivaldo Santiago-Almeida 

É professor titular da USP, especialista em crítica textual e escreve...

TRÉPLICA A “DESBRAVADOR” de E. MAHON

(Pixé 21 - dezembro de 2020)

Pode ser
Que a certeza da vida longa
Deixe-me solto em nenhum lugar por aí
E conduza-me a labirintos sem gente
Sem perfumes
Nem cores
Nem sons 

Pode ainda ser
Que a certeza do porto seguro
Faça-me preso nalgum lugar por aí
E torne-me um náufrago sem gente
Sem perfumes
Nem cores
Nem sons

Pode até mesmo ser
Que a certeza dos braços abertos
Leve-me ao conforto dalgum doce lar por aí 
E traga-me sorrisos e abraços e comidas quentes com gente 
Com perfumes 
E cores 
E sons

Contudo também pode ser
Que se há certeza na certeza de Baudelaire 
Que le parfums, les couleurs et les sons se répondent 
Então que as veredas virgens e rumos incertos 
Reconduzam-me a beijos e leitos perfumados e coloridos 
Com o aperto dos abraços e os sons dos sorrisos 
Com o sabor das comidas e vinhos dos deuses 
E hei de sentir e experimentar 
Que não há solidão 
Nem lugar longe demais 
Se há gente comme moi 
Nalgum lugar por aí 
Avec moi aussi

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook