© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Luciene Carvalho

Escritora, poetisa e membro da Academia Mato-Grossense de Letras

GOTÍCULAS

Caiu a chuva do caju.
Veio no meio do dia,
Veio franzina
Veio menina...
Minúsculas gotas
De chuva garota.
Pouca gente viu
No face, chamaram de fake news.
Hoje caiu a chuva do caju.
Com toda fumaça
Com tanta queimada,
Nada impediu
A magia das gotículas
Que farão as flores do caju,
Abrir suas pétalas perfumes
Caiu a chuva do caju, 
Não sei se gotas
Ou magia.
Em pleno meio-dia,
Acordando a esperança de umidade 
Na cidade
E brotando em mim, a flor da poesia.