© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Lívia Bertges

(1987, Juiz de Fora – MG) é doutoranda em Estudos Literários (UFMT) com estágio sanduíche na Sorbonne Université (Paris, França). É mestra em Estudos Literários (UFMT) e em Langues et Cultures Etrangères (Université Stendhal). Publicou artigos e poemas em revistas, antologias e sites. É editora da revista literária Ruído Manifesto.

DOBRAS

Socorre
o corpo de vidro estilhaçado.
 
Cresce nas dobras das pálpebras
As lágrimas entreabertas 
no inatingível
movimento do acordar.
 
Os olhos pontilham paisagens
no sopro de alicerce milagroso.
 
Neles enclausura o horror
perante seres – reais e imaginários.
Nas reclusões latejantes, 
em imensidões, 
o ausente porvir 
implora socorro. 
 
Socorro, socorre e
acompanha os tempos –
suspira a calamidade remota
de um par trançado 
de mãos 
a espreguiçar.