25.jpg

João Bosquo Cartola

poeta, jornalista e licenciado em Letras/UFMT - publicou o livro Abaixo-Assinado (1977), em parceria com L. E. Fachin; Sinais Antigos (1981), Outros Poemas (1984), Sonho de Menino é Piraputanga no Anzol (2006), Imitações de Soneto (2015) e Seleta Cuiabana (2019); participou das antologias Abertura (1976), Panorama da Atual Poesia Cuiabana (1986), A Nova Poesia de Mato Grosso (1986) e Primeira Antologia dos Poetas Livres nas Praças Cuiabanas (2005); com Abdiel ‘Bidi’ Pinheiro Duarte editou o alternativo NAMARRA (1984/86) e coordenou o projeto POETAS VIVOS (1987/88), da Casa da Cultura de Cuiabá.

ÓBITO

Um passarinho morto no meio do asfalto
Quem teria matado esse pequeno bichinho?
Atropelamento, não foi. Também não foi tiro
É uma incógnita a morte do pássaro amarelo

Toda tragédia tem um início, meio e fim
Saber a causa do óbito da ave no asfalto
Não seria um consolo, um conforto, não
Mas nos deixaria cientes da causa maior...

Relendo o boletim de ocorrência, acredito
Que a possível causa foi um infarto
Sim, um infarto, não tem outra explicação

Não tem sentido acreditar em atropelo
Pássaros adultos voam com seriedade
E sabem: não usamos carabinas na cidade.