© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Jéssica Regina
27 anos, é mãe e mulher preta. Poeta, estudante de Letras, apaixonada pela escrita desde a infância e pela poesia marginal. Escreve essencialmente sobre a condição da mulher que é mãe, da mulher preta e sobre o povo preto. Integrante do Sarau Preto, que realiza apresentações com artistas convidados, sempre combinadas com boa música. Sócia na marca MUTUÊ, camisetas com estampas que retratam a cultura afro-brasileira. Textos publicados nas redes: Facebook @poetaJessicaRegina e Instagram @poeta.jessicaregina.

POR DENTRO DA PELE

Na pele em que habito
Eu entendo que existo
E sou todos e todas antes de mim
Na mata, na terra, na água salgada
No canto, no banzo e na pele marcada

Eu sou
A história de quem defende um império
De quem constrói um país
Eu sou as mães que embalam a criança
Sou a mão que cultiva a raiz

Eu sou peito que alimenta e peita
Eu sou corpo que dança e que brilha
Eu sou mais do que você vê
Eu sou minha mãe, minha irmã e minha filha
 

TCHAU QUERIDO

Não leve a mal
Te acho um cara legal
Sei que me acha bonitinha e tal
Mas na boa
Não tô nessa vida à toa
Enquanto você pensa
meu tempo voa
Já te fiz poesia
e posso te fazer canção
Querendo te pegar pela mão
e te trazer pra minha
Mas faz tempo
que eu tô nessa história sozinha
E pra nós dois
Essa é a última linha