© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Janet Zimmermann  É natural de Catuípe (RS) e mora em Campo Grande (MS). Tem, publicados, dois livros de poemas: “Asas de JIZ”, Editora Life (2013) e “Pétalas Secretas”, Editora Patuá (2016), com o qual venceu, em 2017, o Prêmio Guavira de Literatura. Dentre as várias antologias que participou, destaca: “As Mulheres Poetas na Literatura Brasileira”- Volume II, coletânea em e-book, criada, organizada e divulgada pelo poeta Rubens Jardim.

ABSORVEDOUROS

Sorvo aromas
da manhã absorvedora.
Eu nela ela em mim.
E as panelas, sim.
E as rimas-ímãs.
E os desvios de focos.
E a agenda ignorada. 
E a aveia em flocos bichada. 
E os rabiscos abandonados. 
Culpas culpas e mais culpas
soqueando a minha consciência.
E cheiro forte de arroz queimado. 
Sabe aquele nosso encontro fora 
da nossa zona de conforto?
Deixemos nosso amor
para outra oportunidade, amor.
Só não esqueças de trazer, 
no final do dia, a primeira rosa, 
para pagarmos a promessa  
                                                 tua,
enquanto, entre aromas 
de amores envolvidos,
rezo a novena 
contemplando os mistérios 
da redenção 
    daquele nosso Amor.

Só falta temperar a salada. 
Roma cheira a incenso?