© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Gilberto Nasser
É professor do Instituto Federal de Mato Grosso, cantor, produtor cultural, diretor de teatro, ex-Secretário Estadual de Cultura de Mato Grosso.

Uma coisa que me arrepia
É saber que a poesia
Não faz questão de fachada
Expulsa de seu templo
Toma posse noutra morada
Sempre bela e “re” moçada
Sai da lavra do poeta
Viva e forte como muralha 
Busca os sentidos do leitor
E em seu peito se agasalha 
Não importa o endereço
Nem a hora, nem o dia
Onde estiverem os poetas
Lá estará a poesia
Tranque a casa com cadeado
E tome posse da ironia
Pois essa agonia será dura
Mas para nós: literatura
Nós estamos aqui fora
Embriagados de poesia
Coisa que alguns não sabem
Que inspira, liberta e arrepia.