Everton Almeida Barbosa  
É filho de nordestinos vindos da região rural da cidade de Pombal, no sertão da Paraíba, para Cuiabá na década de 70. Vive em Tangará da Serra/MT. Nasceu em Cuiabá e se especializou em Literatura, desde a graduação e mestrado na Universidade Federal de Mato Grosso, até o doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais, sendo professor de Literatura na Universidade do Estado de Mato Grosso desde 2006. É também músico. Foi instrumentista e diretor musical da Cia. de Teatro Mosaico (Cuiabá) e membro do grupo vocal Candimba (Cuiabá). Hoje coordena o projeto Corpo & Cordas, de música, poesia e contação de histórias, na UNEMAT em Tangará da Serra.

SMARTPHONE

Jamais se viu
Pra todo efeito
Nem mais esperto
Nem mais perfeito
Telefone sem fio

SMARTV

Jamais a busca
Seu todo encanto
Foi mais inerte
Tomou mais tempo
Que o próprio encontro
 

SMARTWATCH

Meu pulso que vejo
De fora do pulso
Demais se afina
Com o clima
A agenda, o mail,
Que comigo
 

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook