Viviane Fuentes 
É esscritora, roteirista no Brasil. Agitadora cultural e artista plástica na França. Um encontro em 1996 com o editor Massao Ohno  – que lançou livros de Hilda Hist e dos irmãos Haroldo et Augusto Campos – foi o ponto de partida para que Viviane concretizasse sua « trilogia poética visual»: “O Pescoço da Girafa”, “A Tromba do Elefante” e a “Língua do Tamanduá”, entre 1996 e 1999. Site: www.vvfuentes.wordpress.com

MAGARÁ

em “ A Tromba do Elefante” Massao Ohno Editor (1997)
à Myrian Muniz e Flávio Império (in memorian)

Degusto o nome
na pronuncia
da saliva:
Mangará.
Percorro a história
que repousará
docemente
No berço do teatro.

Descubro que,
da fruta fálica
que fora gerada,
nascera o coração
possuído da vastidão
de significados e cheiros.

Acolho-te no seio
no nome
no ventre
na flor.

Quem foi o poeta
que ousara
pronunciar-te, Mangará?
É bom estar aqui e olhar para cima.
 

© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook