© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Marília Beatriz de Figueiredo Leite

É professora fundadora da UFMT, adjunta nível IV; mestre em Comunicação e Semiótica, pela PUC-SP. Ocupa a cadeira nº 2 da Academia Mato-grossense de Letras. Publicou O mágico e o olho que vê (Edufmt, 1982) e De(Sign)Ação: arquigrafia do prazer (Annablume, 1993) e Viver de Véspera (Carlini e Caniato, 2018).

As extensas mãos da noite
que me penetraram
e lavaram minhas feridas

Atravessaram estrelas e penduradas num arco-íris
chegaram nesta terra que agora me acolhe.
ventre úmido e quente 
de maternidade
quase eternidade
na qual me mexo e reconheço agora
que é chegada a iguaria 
do dia.