© 2019 - Revista Literária Pixé.

  • Facebook

Everton Barbosa

Possui doutorado em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014), mestrado em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal de Mato Grosso (2006) e graduação em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso (2002). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando nos seguintes temas: estudo da narrativa latino-americana, estudos da fronteira latino-americana, regionalismo e identidade cultural, estudos sobre o narrador na literatura e na oralidade, literatura e relações de poder..

DOMINUS VOBISCUM
(para Marta Helena Cocco)

Dominus vobiscum
diria o padre no retábulo
pros matutos da nave principal 
se tivesse a igrejinha
forma e peso de cruz,
mas não tem...
De modo que quem peca
está mais perto de Jesus, 
quase ouvindo sua voz 
soprando: amanhã... amanhã 
estareis comigo
ladrão pecador
pobre filho inocente
no paraíso. 

Dominus vobiscum 
diz o padre na capela 
pros matutos sem latim,
que ao dormirem na leitura 
do evangelho de Jesus 
sonham bem...
de modo que flutuam 
naqueles olhos azuis
sobre o mar da Galileia
que dizem: amanhã... amanhã 
estareis comigo
pobre pescador
cego filho temente
no paraíso. 

Dominus vobiscum
diz o padre em ladainha 
pros matutos outra vez,
que acordando no momento 
do pelo sinal que é a cruz 
dizem amém...
de modo que inda ouvem
a promessa de Jesus,
sua voz doce e serena 
dizendo: amanhã... amanhã 
estareis comigo
bravo lavrador
grande homem valente
no paraíso.

Hoje é domingo. 
Dominus vobiscum. 
Amanhã trabalhareis 
não tão cego
nem tão pobre 
em sua cruz.
Fareis crescer o milho 
enchereis a cisterna 
colhereis o feijão 
beijareis os filhos. 

Dominus vobiscum
diz sempre o padre.
Et cum spiritu tuó,
responde o matuto
em seu latim 
sem saber o que sabe 
Deus em todas as línguas.