43.png

Carlos Silva
Nascido em Limoeiro, PE, sob o sol em Aquário, é professor, escritor e pesquisador. Um dos 109 selecionados no Prêmio Poesia Libertadora (2019), pela Absurtos Editora e participou da Antologia Ruínas (2020), da Editora Patuá.

CLOROQUINA PARA QUÊ?

Cloroquina
para dar vida
ao miserável pobre que,
entre os abismos,
‘despenca’ como a cotação
cujo real não é o dólar

Isto não é – apenas – um poema,
pois o direito ao grito,
regrado pelos pátrios,
saiu pela culatra

E se esvaiu pela boca
de todo um povo
que se vê à margem 
da miséria moral

Assumindo pecados
dos quais nem o vento da morte
consegue varrer
para debaixo do tapete
como fizeram
em outrora.