39.jpg

André Siqueira
É poeta residente em Jacareí, interior de São Paulo. Colaborou nas revistas Acrobata, Subversa, Mallarmargens, Ruído Manifesto, Gueto, Aboio, entre outras. Publicou de forma independente dois livretos, e em 2020 seu primeiro livro de poesia  As Manhãs Fechadas (editora Gataria) foi lançado. Cursou a faculdade de Letras, sem concluir, e participa de eventos, oficinas entre outras loucuras literárias.

DESERTO 

concentraste no púbis quente
o vento rombudo advindo da
treva ensolarada e vésper
sobre a inquietude da escrita parida

 

 

 

CHUVA E SOL 

Chuva e Sol juntos em mormaço afetivo;
Ficam os pingos de leveza mais claros.
Minha paz declaro à linha do universo;
É isso que levanta meu Amor.
Quem dera que tudo fosse claro como os
Pingos dessa tarde utópica.